Entre em contato conosco

5 passos para entender, como funciona um túnel de vento?

  • 5 passos para entender, como funciona um túnel de vento?

5 passos para entender, como funciona um túnel de vento?

26 outubro, 2016
Por : Instituto IDD
Comentários : 0

Conheça melhor o equipamento que simula deslocamentos de ar e apresenta os efeitos do vento sobre estruturas.

 

Um túnel de vento é um equipamento que simula deslocamentos de ar. Feito para analisar o desempenho aerodinâmico de construções em escala reduzida, ensaios feitos com esse material possibilitam determinar os efeitos acarretados pelo vento sobre estruturas como edifícios, pontes, coberturas, treliças e outras estruturas especiais. O túnel de vento oferece dados com maior exatidão e que aumentam a confiabilidade do cálculo estrutural.

 

Mas por que fazer ensaios em Túnel de Vento?

Nós apresentamos 5 motivos:

1. Aumentar a confiabilidade e a efetividade da construção, e reduzir os custos de projetos estruturais.

2. Permitir a avaliação da influência de outras edificações e coberturas do solo próximas sobre a construção analisada (esse ponto é bastante importante em metrópoles, que geralmente possuem zonas de alta densidade de edificações).

3. Permitir um estudo mais eficiente sobre a ventilação dos ambientes internos e otimizar a distribuição dos espaços para o melhor conforto ambiental.

4. Avaliar a qualidade do ar interior em relação à dispersão de poluentes e contaminantes.

5. O ensaio em túnel de vento também permite desenvolver novos métodos que atendam a demandas específicas de outras áreas como, por exemplo, a necessidade de investigação dos efeitos causados pelo vento em plataformas de petróleo.

 

Como lidar com o vento em edificações

O trabalho com o túnel de vento existe na verdade, porque a ação dos ventos é um dos fatores mais importantes para o dimensionamento de estruturas e coberturas das construções. As condições para esse trabalho são fixadas pela norma de referência usada no cálculo da maioria dos projetos, a NBR 6.123:1988 - Forças Devidas ao Vento em Edificações.

Contudo, em casos de projetos especiais como edifícios muito altos ou com fachadas curvas, coberturas de estádios e pontes estaiadas, o vento interage de forma menos previsível com a construção, e diante de um insuficiência da NBR, ensaios em modelos reduzidos no túnel de vento dão maior segurança ao dimensionamento dessas estruturas. Sua importância aparece aqui, porque se não for devidamente considerada, a força do vento pode produzir efeitos indesejáveis nos projetos, como vibrações exageradas na estrutura, momentos excessivos nas fundações e grandes velocidades e turbulências nas áreas de circulação de pedestres. 

 

Cinco passos para entender como funciona o túnel de vento 

Durante o processo, algumas etapas caracterizam os ensaios em túneis de vento, como:

1. Para mapear o escoamento de ar na estrutura, geralmente é lançada sobre a maquete fumaça de óleo vegetal. As luzes são apagadas e o modelo é bombardeado com flashes de laser verde, ao mesmo tempo em que o conjunto é filmado por câmeras de alta velocidade.

2. A partir das medições feitas no modelo reduzido, são determinados os coeficientes de pressão e de arrasto, adimensionais, para uso nos cálculos das solicitações da edificação.

3. A maquete reduzida possui centenas de orifícios para tomada de pressão. De cada um deles pequenas mangueiras flexíveis são ligadas a um ponto no sensor de pressão.

4. Dependendo do número de tomadas de pressão podem ser usados um ou mais sensores de pressão piezorresistivos, que vão digitalizar os dados.

5. Um software analisa os valores e cria um mapa tridimensional da distribuição da pressão aplicada pelo vento nos pontos da estrutura. As áreas visualizadas são diferenciadas entre vermelhas - onde a pressão do vento tem valores maiores - e azuis - onde a pressão é negativa.

Deu pra esclarecer um pouco do assunto?

É para você que esta lendo essa matéria e que busca um conhecimento ainda maior sobre os efeitos do vento em edificações, que o IDD abre agora, a segunda turma de 2016 do curso de Extensão em "NBR 6123: 1988 - Forças Devidas ao Vento em Edificações - Interpretação, Definições e Procedimentos". Se essa é a área pela qual você quer seguir, no link você visualiza mais alguns motivos do por que essa é a especialização para você! Confira.

Achou relevante essa informaçãoCompartilhe com seus amigos e deixe a sua opinião nos comentários!

Nos acompanhe também pelas redesFacebookLinkedinInstagram e Twitter.

 

Fontes: IPT | blogdaengenharia

techne.pini

Imagens: arcoweb | Reprodução YouTube

EXPANDA SEU CONHECIMENTO
RECOMENDADO PARA VOCÊ
Deixe seu comentário
  1. Seja o primeiro a comentar.
IDD NEWS
29 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

5 motivos para se usar o Pavimento Rígido, principalmente em corredores de ônibus!

Eles têm a ver com durabilidade, desempenho e manutenção, bons motivos para você entender por que o pavimento rígido de concreto é uma alternativa adequada para(...)

24 de março de 2017
Eventos e Oportunidades
Por: Instituto IDD

As melhores vantagens de se usar o novo aplicativo Tendon

Seus problemas com cálculos de estruturas protendidas acabaram! Conheça o aplicativo Tendon! No dia 08 de março a Engenharia Civil recebeu outra grande criação (...)

22 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Manual básico: Aprenda a usar gabiões

Eles são uma das soluções mais antigas para contenção do solo e dão uma aula quando o assunto é eficiência. Pode ser uma técnica anti(...)

20 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Por que ter uma certificação Black Belt?

Entenda o que uma certificação desta pode fazer por você no mundo empresarial! Ao procurar por uma especialização ou pós-graduação, o dif&ia(...)

15 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

12 passos mágicos para planejar um projeto super eficiente!

Entenda o passo a passo de fazer um planejamento de qualidade para o crescimento da sua empresa. Você se planeja? A maioria dos profissionais sim, mas quando se fala em controlar o planejam(...)

13 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Projeto Crescer: novos investimentos e empregos em 2017

Conheça mais das oportunidades do Projeto do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que vem remodelar o modelo de concessões e mexer com a economia brasileira. No fim do ano p(...)