Entre em contato conosco

Mega construções: Torre Eiffel

  • Mega construções: Torre Eiffel

Mega construções: Torre Eiffel

18 outubro, 2016
Por : Instituto IDD
Comentários : 0

Como o processo de construção de um dos monumentos mais visitados da Europa contribuiu para a engenharia mundial?

 

Muita gente pode não saber, mas a imponente Torre Eiffel foi mais que apenas uma mega construção do final do século 19. As inovações tecnológicas do processo de construção da estrutura foram de grande importância também para todo o mundo da engenharia civil.

A proposta de construção surgiu de uma competição para a Exposição Universal de 1889 (centenário da Revolução Francesa) organizada pelo jornal francês Officel. O desafio era apresentar um estudo sobre a possibilidade de se construir uma torre de ferro no Champ-de-Mars. Com o objetivo de alcançar 304,5 metros, a vencedora foi a proposta da equipe do empresário Gustave Eiffel, que com o trabalho do arquiteto Stephen Sauvestre, transformou a simples torre em uma estrutura decorativa e funcional

O projeto englobava nada mais do que: pedestais de pedra revestindo as extremidades inferiores dos pilares treliçados, arcos gigantescos ligando os pilares treliçados e o primeiro andar, grandes salões com paredes de vidro em cada patamar e para o topo, um design em formato de lâmpada.

Aqui, você vê uma explicação do próprio Eiffel sobre algumas das escolhas para a estrutura, em uma entrevista ao jornal francês LeTemps:

"Com qual fenômeno eu tive que me preocupar primeiramente para projetar a Torre? Com a resistência ao vento. Eu defendo que a curvatura das quatro bordas exteriores, que são exatamente como os cálculos matemáticos ditam que deveriam ser, dará uma grande impressão de força e beleza, pois irá revelar aos olhos do observador a ousadia do projeto como um todo. Da mesma forma, os muitos espaços vazios construídos entre os próprios elementos de construção mostrarão, claramente, a constante preocupação em não submeter desnecessariamente alguma superfície à violenta ação de furacões, o que poderia ameaçar a estabilidade do edifício".

Se a preocupação do projeto foi quanto ao vento, à da construção em si foi como conectar os quatro pilares principais ao primeiro andar. Hoje esses pilares são sustentados por fundações de concreto instaladas poucos metros abaixo do nível do solo, sobre uma camada de cascalhos compactados. Cada borda fica sobre seu próprio bloco de apoio, com uma pressão de 3 a 4 quilogramas-força por centímetro quadrado, e todos os blocos se unem por paredes subterrâneas. Bem planejado não?

Para a construção da Torre Eiffel não foi possível contribuir muito, mas para as construções futuras o IDD quer sim contribuir com formação, conhecimento e especialização. Os cursos de Extensão em "NBR 6123: 1988 - Forças Devidas ao Vento em Edificações - Interpretação, Definições e Procedimentos", e de pós-graduação em "Fundações e Contenções" são oferecidos com o objetivo de especializar a sua carreira e alavancar ainda mais o futuro das áreas da engenharia civil e da arquitetura no Brasil. E para ser o próximo Eiffel, quem sabe eles não podem te ajudar!

Ah, não acabou ainda não! 

Concluída em março de 1889, a Torre Eiffel chegou às 10.100 toneladas, alcançou (mais do que o planejado) os 324 metros de altura, nasceu como a torre mais alta do mundo - até perder a competição para o Chrysler Building (Nova Iorque) - e, acreditem ou não, todo verão ela cresce 15 cm! O que é apenas um efeito da dilatação do ferro da estrutura, é claro.

Achou relevante essa informaçãoCompartilhe com seus amigos e deixe a sua opinião nos comentários!

Nos acompanhe também pelas redesFacebookLinkedinInstagram e Twitter.

 

Fonte: blogdaengenharia

Imagens: Blog do PET Civil - blogdaengenharia | lavoroculturale

EXPANDA SEU CONHECIMENTO
RECOMENDADO PARA VOCÊ
Deixe seu comentário
  1. Seja o primeiro a comentar.
IDD NEWS
29 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

5 motivos para se usar o Pavimento Rígido, principalmente em corredores de ônibus!

Eles têm a ver com durabilidade, desempenho e manutenção, bons motivos para você entender por que o pavimento rígido de concreto é uma alternativa adequada para(...)

24 de março de 2017
Eventos e Oportunidades
Por: Instituto IDD

As melhores vantagens de se usar o novo aplicativo Tendon

Seus problemas com cálculos de estruturas protendidas acabaram! Conheça o aplicativo Tendon! No dia 08 de março a Engenharia Civil recebeu outra grande criação (...)

22 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Manual básico: Aprenda a usar gabiões

Eles são uma das soluções mais antigas para contenção do solo e dão uma aula quando o assunto é eficiência. Pode ser uma técnica anti(...)

20 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Por que ter uma certificação Black Belt?

Entenda o que uma certificação desta pode fazer por você no mundo empresarial! Ao procurar por uma especialização ou pós-graduação, o dif&ia(...)

15 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

12 passos mágicos para planejar um projeto super eficiente!

Entenda o passo a passo de fazer um planejamento de qualidade para o crescimento da sua empresa. Você se planeja? A maioria dos profissionais sim, mas quando se fala em controlar o planejam(...)

13 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Projeto Crescer: novos investimentos e empregos em 2017

Conheça mais das oportunidades do Projeto do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que vem remodelar o modelo de concessões e mexer com a economia brasileira. No fim do ano p(...)