Entre em contato conosco

O bonde está de volta... numa versão bem mais moderninha!

  • O bonde está de volta... numa versão bem mais moderninha!

O bonde está de volta... numa versão bem mais moderninha!

21 julho, 2016
Por : Instituto IDD
Comentários : 1

O VLT, versão moderna do famoso bonde, chega ao Rio.

 

Foto: Rodrigo Gorosito/G1

 

No início de junho, foi inaugurada no Rio de Janeiro a primeira linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), uma versão moderna do famoso bonde. O trajeto inicial liga a Rodoviária Novo Rio ao Aeroporto Santos Dumont.

Com 18 quilômetros de trilhos, o planejamento foi de que a linha passasse por um período de adaptação, funcionando de forma gratuita até o mês de julho, e passando em seguida para o valor de R$3,80. O primeiro trecho operado conta com oito paradas: Parada dos Museus (Praça Mauá), São Bento, Candelária, Sete de Setembro, Carioca, Cinelândia, Antônio Carlos e Santos Dumont. A linha completa irá incluir 28 paradas e 3 estações.

Foto: J.P. Engelbrecht

Foto: Rodrigo Gorosito/G1

 

Circulação e inspiração

Na primeira semana o funcionamento iniciou com circulação de três horas (de 12h as 15h) apenas nos dias úteis. Segundo o planejamento, a circulação deve ir aumentando gradativamente a cada semana, até incluir a conexão com outros transportes, no período olímpico. Em seu total funcionamento, o VLT vai operar 24 horas por dia, nos sete dias da semana. O Bilhete Único para utilizar o transporte é válido pelo período de duas horas, e sua leitura é feita no próprio transporte, que não tem cobrador. 

O meio de transporte é não poluente e silencioso. Mesmo sendo inspirado no VLT de Dubai, ele funciona a eletricidade sem possuir fiação aérea, como são os veículos públicos de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, que captam a energia por meio de um terceiro trilho, entre os trilhos de rolamento do bonde.

Modelo VLT em Dubai (Foto: Claudio de Souza / Agência O Dia)

 

Objetivo e Roteiro

Coincidentemente inaugurado pouco antes dos Jogos Olímpicos, o VLT não foi desenvolvido por causa do evento. Segundo o prefeito da cidade, Eduardo Paes, ele “é um esforço para resgatar o centro como uma área em que as pessoas venham, frequentem, apreciem e que, no futuro, possam vir a morar também.”

O roteiro da primeira linha facilitará para quem quiser conhecer o histórico centro da cidade, com atrações culturais, edifícios e igrejas. A segunda linha, com implantação prevista para o segundo semestre, após a Olimpíada, irá conectar a Estação das Barcas, na Praça Quinze, à Central do Brasil. Já a terceira, que deve ser implementada em 2017, passará pela Avenida Marechal Floriano, chegando até a primeira linha, na Avenida Rio Branco.

VLT carioca ao lado do Museu do Amanhã, na Praça Mauá (Foto: J.P. Engelbrecht)

Com custo total de R$ 1,157 bilhão, R$ 532 milhões saíram de recursos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade. O restante, correspondente a R$ 625 milhões, foi fruto de uma parceria público-privada da prefeitura da cidade.

O VLT do Rio acaba de ser lançado e ainda existem opiniões diversas a respeito da sua presença na cidade. É claro que projetos como esse vêm sempre com a intenção de melhorar o nosso cotidiano. Pensando no futuro da engenharia civil no país, o IDD também vêm disponibilizando oportunidades para o desenvolvimento de competências e projetos que tragam mudanças construtivas em nosso meio. Confira algumas delas: Estruturas, Gerenciamento e Empreendimentos.

Achou relevante essa informaçãoCompartilhe com seus amigos e deixe a sua opinião nos comentários!

Nos acompanhe também pelas redesFacebookLinkedinInstagram e Twitter.

 

Fonte: blogdaengenharia | g1

Imagens: blogdaengenharia | g1

Imagem de capa: Rodrigo Gorosito/G1

EXPANDA SEU CONHECIMENTO
RECOMENDADO PARA VOCÊ
Deixe seu comentário
  1. Guilherme Mendonça da Cunha 25 de julho, 2016 - 08h55

    Oi Cristiane. Segue artigo com fotos do VLT do Rio de Janeiro. Beijo

    Deixe sua resposta
IDD NEWS
19 de abril de 2017
Eventos e Oportunidades
Por: Instituto IDD

5 motivos para nunca parar de estudar sobre construção

Um estudo constante é o que vai te diferenciar frente a todo o mercado da construção. Saiba o por quê. Primeiro: é de conhecimento geral que a quantidade de normas técnicas brasileiras (NBR) da(...)

13 de abril de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Tudo sobre industrialização e pré-fabricação na construção civil - Parte III (Final)

Vem saber tudo sobre o assunto com a terceira parte do conteúdo do Professor e Engenheiro Marcus Sterzi, para o IDD News.Ao longo dos próximos meses estarei apresentando assuntos relacio(...)

12 de abril de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Sistema de protensão: Todos os fatos que você precisa saber

Conheça os princípios básicos do sistema de protensão e domine o campo das estruturas protendidas! “Esforços compressivos induzidos pelas cordoalhas de a&(...)

06 de abril de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Por que amamos as vantagens do concreto permeável (e você também deveria)

Ganhando uma abrangência maior, o material também ganhou novas possibilidades de atuação. O concreto permeável já não é um produto novo do m(...)

05 de abril de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Como explicar Retração do Concreto para sua mãe!

Sua visão sobre retração plástica nunca mais será a mesma depois dessa explicação.Para quem trabalha na área de patologia, ou ainda quer atuar, (...)

30 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

5 motivos para planejar obras com o BIM

Se você ainda tem algum pré-conceito contra a nova tecnologia, é melhor dar uma olhada nisso.Um planejamento de obra tem como seu principal elemento o orçamento ligado ao pr(...)