Entre em contato conosco

Pretensão salarial: Quanto vale o seu trabalho?

  • Pretensão salarial: Quanto vale o seu trabalho?

Pretensão salarial: Quanto vale o seu trabalho?

14 setembro, 2016
Por : Instituto IDD
Comentários : 0

O currículo está impecável, e agora, como firmar o seu valor?


Responder à pretensão salarial não é algo simples, para profissionais de qualquer área. É preciso pensar sobre a carreira, as necessidades, suas experiências e especializações. Além de tudo, o indicado é procurar saber mais informações sobre a própria empresa, o momento em que ela está vivendo, o contexto de mercado, a vaga a ser ocupada, os benefícios e as oportunidades de crescimento.

Mas como calcular a pretensão salarial e chegar a um valor justo sobre o seu trabalho e o que a empresa contratante pode pagar por ele? Se você ainda tem dúvidas de como fazer isso, siga estas dicas.

1. Pesquise a média salarial, o quanto o mercado está pagando por profissionais da sua área e com a sua experiência. Se informe sobre o piso salarial do cargo pretendido em relação ao porte da empresa (pequena, média ou grande). Ouça dicas de amigos que já estão no mercado. Isso te dará uma noção sobre os salários atuais.

2. Leve em conta o custo de vida da região onde irá trabalhar. Valores para o mesmo cargo podem variar dependendo do local onde e empresa opera, se em uma grande capital ou em uma cidade do interior. Saber seus gastos fixos também é essencial para estabelecer um salário que atenderá às suas necessidades.

3. Sua experiência conta. Leve em consideração o momento da sua carreira. Para os iniciantes, as empresas costumam oferecer o mínimo estabelecido para a categoria. Mas se você já possui certa experiência, lembre-se que os resultados que você já conquistou justificam e valorizam um aumento na pretensão salarial.

4. A situação em que você se encontra também afeta o valor. Se você está desempregado há algum tempo, é prudente ficar próximo da média salarial. Mas se estiver empregado e em negociação com outra empresa por exemplo, é possível aumentar os números.

5. Cuidado para não ficar abaixo e nem muito acima do valor de mercado.  Pesquise pela oferta salarial da sua área e não peça menos do que o mercado oferece só para ser escolhido. Valor baixo também não é garantia de vaga. Além disso, nada de pedir um valor muito alto para depois negociar. Uma segunda proposta pode nunca aparecer.


Sim, entendi como chegar ao meu valor justo, mas e como comunicá-lo? Atente para três dicas.

1. Seja firme e objetivo ao falar. Saiba entoar a sua voz, seja natural e não tenha vergonha ou abra a sua fala de forma prepotente.

2. Não diga valores exatos. Procure falar em piso salarial da área e informe a faixa em que você se enquadra (ex.: de 8 a 10 salários mínimos). Saiba o seu valor em relação à posição que irá ocupar, diga isso à eles, mas dê uma margem de negociação para ambas as partes.

3. Saiba qual o valor mínimo de que você precisa e não aceite menos que isso. Do contrário é provável que você acabe buscando outro emprego muito cedo. Só faça isso em último caso, se não for possível esperar por outra oportunidade.

O salário pode também, não ser o principal motivo de escolha por tal vaga. Não deixe de avaliar bem as oportunidades que ela oferece, como benefícios, crescimento da carreira, experiências, desenvolvimento de competências e profissional.  Quando informar sobre o seu valor, observe também o valor que a vaga irá agregar à você.

O Instituto IDD também vem agregando valor a todos os profissionais que passam pelos seus cursos de Pós-graduação, Extensão e Masters Internacionais. Já sabe através de qual área você vai contribuir para o futuro da Engenharia Civil e da Arquitetura no Brasil? Venha se especializar com a gente!

Achou relevante essa informaçãoCompartilhe com seus amigos e deixe a sua opinião nos comentários!

Nos acompanhe também pelas redesFacebook, Linkedin e Instagram. 


Fonte: guiadacarreira

EXPANDA SEU CONHECIMENTO
RECOMENDADO PARA VOCÊ
Deixe seu comentário
  1. Seja o primeiro a comentar.
IDD NEWS
29 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

5 motivos para se usar o Pavimento Rígido, principalmente em corredores de ônibus!

Eles têm a ver com durabilidade, desempenho e manutenção, bons motivos para você entender por que o pavimento rígido de concreto é uma alternativa adequada para(...)

24 de março de 2017
Eventos e Oportunidades
Por: Instituto IDD

As melhores vantagens de se usar o novo aplicativo Tendon

Seus problemas com cálculos de estruturas protendidas acabaram! Conheça o aplicativo Tendon! No dia 08 de março a Engenharia Civil recebeu outra grande criação (...)

22 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Manual básico: Aprenda a usar gabiões

Eles são uma das soluções mais antigas para contenção do solo e dão uma aula quando o assunto é eficiência. Pode ser uma técnica anti(...)

20 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Por que ter uma certificação Black Belt?

Entenda o que uma certificação desta pode fazer por você no mundo empresarial! Ao procurar por uma especialização ou pós-graduação, o dif&ia(...)

15 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

12 passos mágicos para planejar um projeto super eficiente!

Entenda o passo a passo de fazer um planejamento de qualidade para o crescimento da sua empresa. Você se planeja? A maioria dos profissionais sim, mas quando se fala em controlar o planejam(...)

13 de março de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Projeto Crescer: novos investimentos e empregos em 2017

Conheça mais das oportunidades do Projeto do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que vem remodelar o modelo de concessões e mexer com a economia brasileira. No fim do ano p(...)